Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
item->attribs); $video = $attributes->video; ?>
artes visuais

Corpo Docente

Coordenação

 

Unknown
Marilei Cátia Fiorelli

Lattes: http://lattes.cnpq.br/1319188664346282

 

Professora do curso de Artes Visuais da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB. Doutora em Educação, UFBA, mestre em Artes Visuais, UFBA, especialista em Design Gráfico, UNEB e graduada em Desenho Industrial, Programação Visual, UFSM. Tem experiência na área de arte e tecnologia, multimidia, design, interfaces interativas e programação visual, atuando principalmente nos seguintes temas: arte e novas tecnologias, cultura eletronica, design gráfico e web, cibercultura, interfaces e comunicação interativa.

tese: Artemídia e educação na UFRB: mapeando mudanças no contexto educacional a partir da cultura digital
twitter:@marifiorelli

 

 

Vice-coordenação

 

 

Priscila Miraz de Freitas Grecco

Lattes: http://lattes.cnpq.br/6851158370893499

 

Professora adjunta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB, no Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL. Possui doutorado em História pela Universidade Estadual Paulista/ Assis (2016), com ênfase em história da fotografia em estudo comparado de fotoclubes no Brasil e no México, com período de estudos no México, na Universidad Autónoma Metropolitana - UAM - Azcapotzalco. Mestrado em História pela Universidade Estadual Paulista/ Assis (2010), com ênfase nas relações entre história e literatura em sua vertente ensaio. A dissertação foi publicada em livro no ano de 2012 com o título De uma máscara a outra: a questão da identidade em El laberinto de la soledad, de Octavio Paz. Graduação em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2000). Desde o ano de 2010 participa do Grupo de Pesquisa História Visual, Artista e Intelectuais, sendo a partir de 2016 atuante como pesquisadora. Durante o doutorado exerceu função de parecerista discente junto à Comissão de Bolsas para a pós-graduação na Universidade Estadual Paulista, Unesp- Assis. Foi membro da comissão editorial da publicação discente da pós-graduação em História da Unesp - Assis, Faces da História. Tem experiência na área de História, com ênfase em História da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: História da América Latina; História Cultural e Política História da Fotografia; Identidades, Intelectuais, Fotoclubes, História da arte Brasileira; Arte e Política.

tese: A fotografia amadora e fotoclubista no Brasil e no México: trajetórias e conexões latino-americanas (1940-1950)

 

 

servletrecuperafotoval
Ana Valecia Araujo Ribeiro Brissot

Lattes:  http://lattes.cnpq.br/6831053453038742

 

Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia; mestre em Arte Contemporânea pela UnB - Universidade de Brasília e em Artes Visuais pela Libera Accademia di Belle Arti di Firenze – Itália; graduada em Comunicação Social (Hab. Publicidade e Propaganda) pela Universidade Católica do Salvador. É professora adjunta do curso de Artes Visuais da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, ensina Fotografia e Videoarte, é lider do Grupo de Pesquisa em Artes Visuais [Re]image, onde coordena o projeto de pesquisa LabCIC - Laboratório Corpo/Imagem/Convergência: processos poéticos no digital. Artista Visual, pesquisadora das relações entre arte e tecnologia, atuando principalmente nos campos: poéticas do corpo e da imagem e interessada na convergência dos meios (fotografia, video, performance) na arte digital, Valécia Ribeiro tem realizado várias exposições no Brasil, na Itália e no Canadá durante sua residência artística na Bishop's University. Mãe de gêmeos (licença maternidade de julho/2017 a janeiro/2018).

tese: Imagens de si: processos poéticos entre o corpo do artista e sua própria imagem na mediação tecnológica

 

  

servletrecuperafototonico
Antonio Carlos de Almeida Portela

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4099131728592699 

 

Bacharel em Artes Plásticas , Mestre e Doutor em Artes Visuais, na linha de pesquisa de Processos Criativos, pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. Atualmente é professor Adjunto da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia-UFRB, do Curso de Artes Visuais, da disciplina Técnicas e Processos Artísticos. Lecionou na Universidade Católica do Salvador, nas disciplinas: Filosofia da Arte, Poéticas Visuias, Pesquisa em Artes Visuais e Evolução das Artes Visuais I; foi professor substituto na Escola de Belas Artes, da UFBA, lecionando Desenho II, Gravura IV, Expressão Tridimensional IV e V. Coordenou o Núcleo de Arte Educação do Museu de Arte Moderna da Bahia. Coordenou o Colegiado do Curso de Artes Visuais da UFRB, no biênio 2010-2012. Faz parte do Grupo de Pesquisa Arte Híbrida CNPQ-UFBA e do RE[I]MAGEM: grupo de pesquisa em Artes Visuais CNPQ-UFRB. Como artista, pesquisa sobre o tema impressões contemporâneas, usando as linguagens instalação, performance e objeto, e tem como objeto de estudo a relação entre arte e espiritualidade no processo criativo.

 tese: Impressões monistas: construindo percursos entre arte e espiritualidade

 

   

servletrecuperafoto-2
Ayrson Heráclito Novato Ferreira

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0681892022378156

 

Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo, Mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. Professor do Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia ? UFRB, artista visual e curador. Integra, como pesquisador, o [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais. Suas obras de instalações, performances, fotografias e audiovisuais lidam com elementos da cultura afro-brasileira e suas conexões entre a África e a sua diáspora na América. Participou em 2017 da 57 Bienal de Veneza na Itália; 2015 Bienal de Fotografia de Bamako no Mali; em 2010 Trienal de Luanda / Angola. Participou de individuais, como: Senhor dos Caminhos, Museu de Arte Contemporânea ? MAC, Niterói, RJ. 2018; Pérola Negra, Blau Projects Galeria, São Paulo, SP. 2017; Généalogie des Matières, RAW Material Company, Dakar, Senegal, 2015. Participou de coletivas, como: À Nordeste, SESC 24 de Maio, São Paulo, em 2019; Arte?Democracia?Utopia: quem não luta tá morto, Museu de Arte do Rio ? MAR, Rio de Janeiro, em 2018; Ekstase, no Kunstmuseum Stuttgart, Alemanha e Axé Bahia: the power of art in an Afro-Brazilian metropolis, part of the Pacific Standard Time: LA/LA, Fowler Museum, University of California in Los Angeles ? UCLA, EUA em 2018; Zwischen Erde und Meer: Transatlantische Kunst, Weltkulturen Museum, Frankfurt, Alemanha em 2017. Foi indicado para o Prêmio Novo Banco Photo 2015, no Museu Coleção Berardo, em Lisboa, com o projeto ?Os Sacudimentos ? a reunião das margens atlânticas?. Participou da mostra ?Oito Performances?(2015) com curadoria de Marina Abramovic, no Sesc Pompeia. Possui obras em acervos do Musem der Weltkulturen em Frankfurt; Museu de Arte do Rio ? MAR; Museu de Arte Moderna da Bahia; Videobrasil e Coleção Itaú. Um dos curadores-chefe da 3ª Bienal da Bahia em 2014; curador convidado do núcleo ?Rotas e Transes: Áfricas, Jamaica e Bahia? no projeto Histórias Afro-Atlânticas, no MASP, em 2018 e recebeu o prêmio de Residência Artística em Dakar, Senegal, em 2013 pelo Sesc_Videobrasil e a Raw Material Company. 

tese: Além dos baihunos: tensões nas artes baianas e poéticas visuais à margem
Prêmio PIPA 2012
Videobrasil
Blog 

 

 

carol
Carolina Fialho Silva

Lattes: http://lattes.cnpq.br/8642160425569400

 

Professora Adjunta no Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB. Possui Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (1995), Especialização em Computação Gráfica pela Universidade Salvador (1999), Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (2007) e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (2017). Faz pesquisa sobre espaços da arte, arquitetura e cultura digital. Tem também experiência na área de Design e comunicação visual, com ênfase em projeto, design de interfaces e arquitetura de informação.;

tese: Digitalidade e complexidade na arquitetura: proposições sobre o edifício na contemporaneidade

 

 

Screen Shot 2017 07 03 at 15.38.14
Emi Koide
 

Lattes: http://lattes.cnpq.br/7864842235393347

 

Emi Koide é docente no curso de Artes Visuais do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). É pós-doutora em história da arte pela UNIFESP com estágio no Institute for Anthropological Research in Africa (IARA - KU Leuven, Bélgica), onde desenvolveu o projeto "Imagens da África - Espectros da colonização do Congo (RDC)" com apoio da FAPESP (2013-2016). Possui doutorado em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (2011). Realizou estágio sanduíche no departamento de Filosofia e Estética da Université de Paris VIII - Maison de Sciences de l'Hommes (Paris, França). Concluiu Mestrado em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo em 2003. Graduou-se em Educação Artística - habilitação em Artes Plásticas ( bacharelado e licenciatura) pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas em 1999. Conclui a graduação em filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo em 2009. Foi curadora convidada do 7o Festival Lagunimages (2013 -Festival Internacional de Filmes, Televisão e Documentário do Benim), e co-organizadora do Simpósio "Mediando passado, presente e futuro: narrativas históricas e arte do século XX e XXI; diálogos com experiências do sul global" (2016) em conjunto com Wits School of Arts (Joanesburgo, África do Sul) e Académie des Beaux Arts de Kinshasa (R.D. Congo). Dedica-se à pesquisa e ao estudo na área de Artes e Comunicação, com ênfase em: história da arte, arte contemporânea, cinema expandido, artes do vídeo, fotografia e estudos pós-coloniais

tese: Por um outro cinema - jogo da memória em Chris Marker

  

 

servletrecuperafoto-4
Fernando Luiz Ferreira Rabelo

Lattes: http://lattes.cnpq.br/7384818541386730

 

Aluno do programa de Doctorado en Arte: Producción e Investigación en la Escuela de Doctorado de la Universitat Politécnica de València - Espanha (em curso). Graduado em Cinema de Animação e Mestre em Arte e Tecnologia pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Professor do Curso de Artes Visuais da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB. Participou de diversas exibições internacionais/nacionais e as residências no Medialab - Madrid /Espanha e Vrije Academie - Amstedam/Holanda. Foi ganhador do 8º prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia e curador/tutor da primeira versão do workshop internacional Interactivos'10 BH no Brasil. Coordenou as ações do Medialab Panorama 360º em parceria com World Wide Visual Factory - Amsterdam 2011. Em 2013, nas cidades São Félix e Cachoeira BA, criou o Festival Nacional de Projeções Mapeadas e Interativas ? Reconvexo que se repetiu em 2017 contando com os mais renomados VJs do Brasil e convidados latino americanos. O Reconvexo também foi exibido em 2015, na Galeria da Caixa Cultural em Brasília, numa versão itinerante de instalações em vídeoprojeção mapeada. A pesquisa científica e seus trabalhos autorais são fundamentados nas possibilidades de reconfiguração dos conceitos de tecnológica de forma crítica, reflexiva e propositiva em que convivem animação, ilustração, projetos educativos e instalações com gambiarras domésticas interativas ou sistemas sofisticados de projeção digital. Vinculado aos grupos de pesquisa LinkLivre e [RE]image. 

sites: www.hiperface.com
         www.reconvexo.com

 

 

servletrecuperafoto-5
Jarbas Jácome de Oliveira Júnior

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4526784624063498

 

Doutorando em Ciência da Computação pelo Cin-UFPE, pesquisando realidade aumentada, realidade virtual, computação gráfica, computação musical e sistemas interativos de tempo real para processamento audiovisual integrado. Recebeu o Prêmio Sérgio Motta de Arte e Tecnologia 2009 e o Prêmio Rumos Itaú Cultural Arte-Cibernética 2007. Desde 2003 desenvolve o software livre ViMus que utiliza em instalações interativas e apresentações audiovisuais tendo exibido em eventos nacionais e internacionais como Eletronika (Belo Horizonte), TomZe80, GIL70, FILE, Emoção Art.ficial, Arte.Mov, Festival Contato (São Carlos), Festival Continuum (Recife), FAD (Belo Horizonte), Festival Internacional de La Imagen (Manizales, Colômbia) e Extraordinary Sculptures (Taipei, Taiwan). Desde 2011, é professor assistente no curso de Artes Visuais do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da UFRB, em Cachoeira, Bahia. Foi guitarrista da banda Negroove, do coletivo re:combo, do Coletivo Xaréu, Kantayeni e Okwei V, Odili. 

dissertação: Sistemas interativos de tempo real para processamento audiovisual integrado

Blog

 

 

Lucio José de Sá Leitão Agra

Lattes: http://lattes.cnpq.br/1612568211757701  

 

O pesquisador defende o estado democrático e de direito. Luta pela valorização e manutenção da Educação Pública. Graduação (Bacharel) em Letras Português Literaturas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982), Licenciatura em Letras Português Literaturas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998). Atualmente Professor Adjunto da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (empossado em abril de 2016). Tem experiência na área de Comunicação e Artes, com ênfase em Semiótica das Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: poesia - poética - arte e tecnologias, performance - artes do corpo, performance, poesia - poesia eletrônica e digital e performance- arte, tecnologia e vanguardas, teorias da comunicação. Além dessas atividades também é artista da performance e curador. 

tese: Monstrutivismo - reta e curva das vanguardas 

 

 

servletrecuperafoto-6
Marcos Olegário Pessoa Gondim de Matos

http://lattes.cnpq.br/7934920581210193

 

Professor assistente de Artes Visuais na UFRB - Universidade Federal do Reconcavo da Bahia, Artista Plástico e mestre em Artes Visuais pelo PPGAV - Programa de Pós Graduação em Artes Visuais, EBA - Escola de Belas Artes da Bahia, UFBA - Universidade Federal da Bahia, vem atuando e desenvolvendo pesquisa em cima do dialogo entre a arte, território e fluxo. Nessa perspectiva, seus trabalhos remetem a um espaço e uma geografia movente e fora da lei temporal e territorial fixa que rege a arquitetura de projeto ao mesmo tempo em que por cadeia apontam de forma sutil para uma política habitacional desigual, deficitária e exclusória. Atuou como Prof. de Pintura contemporânea no museu de Arte Moderna da Bahia, foi Prof. substituto de Pintura I e II na Escola de Belas Artes-UFBA, realizou pesquisas em residências em Paris, Marseille, Coréia do Sul e India . Como artista visual, passeia por diversas técnicas desde o desenho, pintura, objeto e fotografia até vídeo instalações etc.. Realizou exposições individuais no Brasil e exterior dentre as quais: Sobre a praça e seus múltiplos, Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, BA; Espaçonaves: A cidade não mora mais aqui, Centro Cultural Banco do Nordeste, Fortaleza, CE; A ponte, National Art Studio, Seul, Korea; Studio 2102, Cité des Arts, Paris, França; Palácio Capanema, Rio de Janeiro, no Centro Cultural São Paulo, SP em 2007; Fundação Joaquim Nabuco em Recife, 2006; Paulo Darzé Galeria de Arte em Salvador, 2005; Gesto Cooperativa de atividades artísticas, Porto, Portugal, 2007. Participou de inúmeras Coletivas, no Brasil, Argentina, Grécia, França, Portugal, Coreia do Sul e India como 3º Bienal do Mercosul, Porto Alegre, 2001; IX Salão da Bahia, Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, BA, 2003; Museu Amadeu de Souza Cardoso, Portugal, 2006; Afora, Galeria Tierra fertil, Buenos Aires, Argentina, 2005; "Paradoxos Brasil" no Rumos Itaú Cultural de Artes Visuais, São Paulo, 2006; Retalhos postais, Museu Palácio da Galeria, Tavira, Portugal 2008; Nova Arte Nova, Centro Cultural Banco de Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, 2008 ; Harmony Art Show, Nehru Art Cente, Mumbai Índia; Home, Chandong e Goyang Art studio, Museu de Arte Contemporânea de Seul, Korea. Prêmio Itamaraty de arte contemporânea, Itamaraty, Brasília, DF; 32 Panorama da Arte Brasileira, MAM-SP, São Paulo, SP; Salvador/Hamburgo/Marseille: Passado e Presente da globalização no olhar fotográfico, ICBA, Hamburgo, Alemanha; Arte contemporânea Losófona, Galeria Marta Traba, Memorial da américa Latina, São Paulo, SP; SP Arte 2011, Galeria SOSO +, Pavilhão do Ibirapuera, São Paulo, SP; 17 Bienal de Cerveira, Cerveira, Portugal, III Bienal da Bahia, 2014, dentre outras. Ganhou diversos Prêmios entre os quais: Premio Aquisição Residencia no exterior, 14º Salão do Mam, Salvador BA, 2007. Prêmio Aquisição Temporada de Projetos, Centro Cultural São Paulo, SP,2008. Prêmio Projéteis de Artes Visuais, Funarte, Rio de Janeiro, RJ, 2006. Prêmio Manuel Quirino,Salvador, BA. Prêmio Braskem de Cultura e Arte, Salvador, BA

  

 

Maria de Fatima Ferreira

Lattes: http://lattes.cnpq.br/7401226009939866

 

possui graduação em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1985), mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"/Araraquara-SP (1993) , doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"/Araraquara-SP (1998) e Doutorado Sanduiche pela Groupe d' études sur la Division Sociale et Sexuelle du Travail, CNRS, Paris, França (1996). É professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, em Cachoeira/BA. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisa Cultura Científica, Gênero e Jornalismo. Atualmente é Visiting Scholar no Feminist Studies Department da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, Califórnia, UEA. É especialista na área de Sociologia Contemporânea, com ênfase em Sociologia das Relações de Gênero, Sociologia da Saúde e Sociologia da Comunicação. Os temas mais freqüentes na contextualização de sua produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: gênero, mídia, saúde e direitos reprodutivos, novas tecnologias reprodutivas, jornalismo científico, jornalismo literário e tecelagem manual. Coordena a pesquisa Cultura Científica no Recôncavo da Bahia.

tese: Esterilidade e reprodução assistida: no jornal impresso diário e na narrativa de homens e mulheres estéreis no Brasil

 

 

Marina Mapurunga de Miranda Ferreira

http://lattes.cnpq.br/7480609285486625

 

Artista e pesquisadora que atua no campo da arte sonora, da música e do audiovisual. Professora de Som dos cursos de Cinema e Audiovisual e Artes Visuais do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Coordenadora do projeto de extensão da UFRB: Sonatório - Laboratório de Pesquisa, Prática e Experimentação Sonora. Doutoranda em Música (Sonologia) pela Universidade de São Paulo (USP), mestra em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), na linha de Estudos de Cinema e Audiovisual; especialista em Audiovisual em Meios Eletrônicos pela Universidade Federal do Ceará (UFC), especialista em Música para Cinema e TV no Conservatório Brasileiro de Música (CBM - RJ), graduada em Letras, pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Realizadora Audiovisual, formada pela Escola de Audiovisual de Fortaleza. Tem atuado no audiovisual desde 2007, como realizadora, sound designer, técnica de som, editora de som, compositora de trilha musical, montadora e continuísta. Iniciou seus estudos musicais em 1998, como violinista na Orquestra de Cordas do SESI/UFC. De 2003 a 2011, foi cantora e violinista no grupo musical Desidéria, o qual recebeu várias premiações em festivais do cenário cearense. No âmbito das Letras, lecionou Latim no Núcleo de Línguas Estrangeiras da Universidade Estadual do Ceará de 2009.1 a 2010.2.

dissertação: Culinária sonora: uma análise da construção sonora d'o grivo em cinco "Micro-dramas da forma de Cao Guimarães"

  

  

Roberto Rivelino Evangelista da Silva

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0014078711232440

 

Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (2002), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (2006) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (2014). É professor adjunto da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Atualmente (desde 2015), desenvolve projeto de pesquisa sobre as fenomenologias de Husserl, Heidegger, Sartre e Merleau-Ponty. O pensamento fenomenológico: Husserl, Sartre e Merleau-Ponty. O projeto visa mostrar, através comparação entre as filosofias de Husserl, Heidegger, Sartre e Merleau-Ponty, como a proposta essencial do retorno às coisas mesmas, feita pelo pai da fenomenologia, é levada às últimas consequências através de dois dos principais fenomenólogos franceses. É sabido que tanto Sartre quanto Merleau-Ponty acusam Husserl de um idealismo que compromete a plena ruptura com a tradição avessa à dimensão das coisas mundanas em sua constituição própria. Embora o próprio Husserl tenha pretendido estabelecer um novo começo da filosofia a partir de sua conexão às coisas mesmas, isto é, ao vivido que anima a consciência em sua relação dinâmica com o mundo, ainda insiste em categorias metafísicas tais como as essências, caras a um idealismo que se afasta do ser dos fenômenos. A principal resposta de Sartre a tal empreitada idealista se dá no momento em que a consciência humana é identificada com a própria existência. Não há, portanto, uma essência que preceda a existência, isto é, a consciência, enquanto pura existência, se encontra lançada para fora de si, vinculada a sua facticidade ou situação mundana com a qual deve se confrontar constantemente a fim de afirmar o seu próprio ser. Já Merleau-Ponty radicaliza o projeto hussserliano no momento em que concentra, no corpo e na percepção, a questão sobre o ser do fenômeno, fazendo do corpo, enquanto carne, a fonte dos sentidos pelos quais o mundo se constitui. Assim, a consciência, que antes era um nada em Sartre, é identificada com o próprio corpo em Merleau-Ponty. Portanto, se deve haver fenomenologia, ela deverá ser uma fenomenologia da percepção. Por outro lado, é necessário investigar em que medida a ontologia fenomenológica de Heidegger, a partir de sua concepção de Ser-aí, influenciaram os dois pensadores franceses.

tese: Metafísica e experiência: os limites da razão e filosofia prática em Leibniz

  

 

Screen Shot 2016 08 22 at 9.15.56 AM
Rosana Soares

Lattes:  http://lattes.cnpq.br/0481219764999760

 

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. Mestre em Artes Visuais pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais - UDESC. Especialização no Ensino da Arte: Fundamentos Estéticos e Metodológicos pela Universidade Regional de Blumenau - FURB. Possui graduação em Artes Visuais pela Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB. Docente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB no Centro de Artes, Humanidades e Letras. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas Marxistas - GEPM - CAHL UFRB. Atuou como Professora Colaboradora do Curso de Artes Visuais da Universidade Estadual de Ponta Grossa- UEPG e da Fundação Universidade Regional de Blumenau. Participa do Plano Nacional de Formação de Professores - PARFOR.

 tese: A educação estética como possibilidade de emancipação dos sujeitos no ensino da arte: desdobramentos e implicações

 

 

 

Roseli Amado da Silva Garcia

Lattes: http://lattes.cnpq.br/399035211232012

 

Educadora e artista visual. É docente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), cursos de Bacharelado em Artes Visuais e de Licenciatura em Artes Visuais. Atualmente coordena o colegiado do curso de Licenciatura em Artes Visuais. Integra o grupo de pesquisa [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (CAHL-UFRB) onde coordena a linha de pesquisa "Artes Visuais e Patrimônio". Doutora em Mídia e Conhecimento - PPGEGC - Universidade Federal de Santa Catarina UFSC (2011); mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia - UFBA, (1997); especialista em Computação Gráfica - Universidade Salvador ?UNIFACS (1999); graduada em Educação Artística - Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Federal de Uberlândia (1985), Além da docência, atuou também como mediadora cultural em espaços museológicos, tendo sido coordenadora do núcleo de arte educação do Museu de Arte Moderna da Bahia. Em sua poética interessa-se pelos diálogos e contaminações entre as linguagens artísticas contemporâneas, entre a materialidade e expressividade dos materiais e a virtualidade .Temas de interesse: Artes Visuais, Memória; Ensino da arte; Pensamento Complexo; Mediação cultural; Processos de criação.

tese: Mídias do conhecimento na autoconstrução de sujeitos complexos: um estudo de caso no Museu de Arte Moderna da Bahia

  

 

Sérgio Augusto Franco Fernandes

Lattes: http://lattes.cnpq.br/6059069812945037

 

Possui doutorado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP 2008), mestrado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP 2002), especialização em Comunicação, Mídia e Política pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (FACOM-UFBA 1994), graduação em Filosofia pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia (FFCH-UFBA 1993) e formação em Psicanálise pelo Colégio de Psicanálise da Bahia. É professor associado I do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CAHL-UFRB) e professor colaborador do Programa de Pós-Graduação Estudos Interdisciplinares sobre a Universidade (PPGEISU-IHAC-UFBA). Tem experiência nas áreas de Filosofia e Psicanálise. Pesquisador-líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Filosofia, com ênfase em Filosofia Moderna e Contemporânea-CAHL/UFRB (certificado pelo Cnpq), pesquisador do Grupo de Pesquisa Psicanálise, Subjetividade e Cultura-CCS/UFRB (certificado pelo Cnpq), pesquisador do Grupo de Pesquisa Filosofia e Psicanálise - UFSCar (certificado pelo CNPq), membro do GT Filosofia e Psicanálise (ANPOF) e do Colégio de Psicanálise da Bahia.

tese: Freud, Lacan e o Witz: a dimensão do prazer e do significante

 

 

Silvio Cesar Oliveira Benevides

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0082770123343042 

  

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (1996). Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal da Bahia (1999) e Doutorado em Ciências Sociais também pela Universidade Federal da Bahia (2009). Atualmente é professor Adjunto nível 2 da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Desenvolve pesquisas na área de Sociologia e Política, com ênfase em movimentos sociais, movimento estudantil, movimentos artístico-culturais, cultura política, participação política e juventude. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisa em Política e Sociedade (GEPPS) e integra o corpo de pesquisadores do grupo de pesquisa Corpo, Socialização e Expressões Culturais (ECCOS). 

tese: A nova política e a ação de atores jovens nos espaços plurais da sociedade civil 

  

 

Suzane Tavares de Pinho Pepe

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4977795690364013

 

Professora de História da Arte do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, professora de Metodologias de Pesquisas Socioculturaia e Patrimônio Cultural, no Mestrado Arqueologia e Patrimônio. Doutora pelo Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Estudos Étnicos e Africanos - Universidade Federal da Bahia (abr. 2015), Mestre em Arqueologia e História da Arte pela Université Catholique de Louvain - Bélgica (1993), Especialista em Cultura e Arte Barroca pela Universidade Federal de Ouro Preto - MG (1998) e Graduada em Artes Plásticas pela Universidade Federal da Bahia (1983). Tem experiência no ensino da História da Arte e desenvolve pesquisas em História da Arte, as quais são centradas na arte na Bahia, nos temas do catolicismo e das religiões afro-brasileiras, cultura e arte popular. Em suas pesquisas, aborda a trajetória de artistas, gerações de artistas e comunidades, o imaginário da arte em seus contextos de produção. Alia à pesquisa bibliográfica e documental, estudos de campo, com base metodológica vinculada a história oral ou etnografia, a fim de compreender as imagens da cultura e da arte.

tese: Louco, Maluco e seus seguidores, e a formação de uma escola de escultura em Cachoeira (Bahia)

 

 

Victor Hugo Soares Valentim

Lattes: http://lattes.cnpq.br/9111977511867393

 

Professor Assistente em design de interfaces no CECULT - Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Músico, Produtor Musical, Artista Multimídia, Pesquisador de música e novas tecnologias, graduado em composição musical e mestre em arte e tecnologia pela Universidade de Brasília (UnB). Atua no cenário da música e da arte tecnologia à 15 anos, com experiência em pesquisa e criação artística das relações entre o som e a imagem, com trabalhos apresentados no Brasil e diversos países. Atualmente integra o LabOgam - UFRB (Laborátório de Gambiarras Aplicadas) e desenvolve pesquisas de criação de obras para FullDome (cinema para planetários), Projeção mapeada em discos de vinil, Música, tecnologia e astronomia (victorvalentim.com) (miniestereo.org)

dissertação: Projeção mapeada interativa em discos de vinil: diálogos multissensoriais tecnológicos 

 

Assunto(s): arte docentes
Fim do conteúdo da página