Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
pesquisa artes visuais

Pesquisa

 

Prof. Antonio Carlos de Almeida Portela

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • Grupo de Pesquisa Arte Híbrida
  • GAAP - Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Arte, Audiovisual e Patrimônio (UFRB)

Projetos de Pesquisa

  • Hansen Bahia: um estudo do mais-que-sagrado e do mais-que-profano nas obras da série “Via Sacra” (2013)

Resumo: A pesquisa centrou-se em uma curadoria de gravuras e pinturas que destacam as interrelações entre o sagrado e o profano no universo da produção artística de Hansen Bahia. Seu objetivo foi desenvolver um estudo teórico e conceitual sobre as interrelações entre o sagrado e o profano no universo da produção artística de Hansen Bahia nas  pinturas e gravuras da série Via Sacra (Via Crucis) para a  realização da exposição “Hansen Bahia: mais-que-sagrado, mais-que-profano”,  realizada na Galeria da Fundação Hansen Bahia, permanecendo um ano em cartaz.

Link da exposição: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.304418836358742.1073741830.111229525677675&type=3

  • Estudos e pesquisa multidisciplinares em processos (em curso)

Resumo: A arte contemporânea se apresenta como uma forma de expressão marcadamente inter e multidisciplinar, possibilitando a convivência e a prática de estudo de diferentes áreas de conhecimento. Neste intuito,  o presente projeto visa criar um grupo de estudo para aprofundar as questões relativas aos processos artísticos, estabelecendo um diálogo com outras áreas de conhecimento. Para tal, adota-se um conjunto de estratégias que venham ressiginificar o fazer artístico, quer seja no ateliê dos artistas,  em espaços formais e não formais de aprendizagem ou em espaços públicos. Assim, busca-se reunir estudantes que tenham afinidade ou que já dialoguem com as Artes Visuais para agregar novos valores ao estudo dos processos artísticos e seus desdobramentos, destacando a multiplicidade contemporânea das poéticas e do pensamento em|de arte. Constitui-se em um plano de consistência crítico|criativo entendo a arte como produtora de modos de conhecer, em sua força política, afetiva, epistemológica e espiritual. O projeto conta com a participação dos seguintes estudantes: Alaine Maturino Gomes Lima, Carlos Henrique Braga Oliveira, Fabiana Hayashi Bonfin, Flávia Pedroso Silva, Geisiana Conceição Silva, Nerize Portela, Ricardo Vieira Baptista, Vanezza Melo. 

 

Prof. Ayrson Heráclito Novato Ferreira 

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • GAAP: Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Arte e Patrimônio (UFRB)

 

Prof.ª Carolina Fialho

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • Linklivre - Grupo de Estudos e Práticas Laboratoriais em Plataformas e Softlivres Livres e Multimeios (UFRB)

Projetos de Pesquisa

  • Projeto Arte, Arquitetura e Espaço

Arquitetura e manifestações artísticas diversas têm mantido uma relação estreita ao longo da história. Observa-se desde a desconexão entre os campos até o seu completo amálgama, como no caso da ideia de obra de arte total, preconizada por movimentos artísticos desde o século XIX. Dessa tensão emergem campos de influência importantes para o reconhecimento dos caminhos que tanto as artes quanto a arquitetura podem seguir. Estudar a relação entre arte e arquitetura, a partir do estudo dos espaços projetados para museus, galerias, salas de exposições, salas de concerto, etc., coloca-se assim como oportunidade para a compreensão do campo artístico na contemporaneidade, sobretudo no que se refere às artes visuais. O estudo dos espaços arquitetônicos suscitará discussões sobre as artes e vice-versa, especialmente em se tratando das hibridizações entre os dois campos. Serão selecionados projetos de arquitetura, realizados a partir do final do século XX, que tenham estimulado debates sobre a relação entre arte e arquitetura. 

A pesquisa pretende abranger a produção arquitetônica realizada a partir da última década do século XX, quando muitos espaços para a arte passaram a ser inaugurados em diversas partes do mundo. Cabe ressaltar que esses edifícios, frequentemente, compõem projetos urbanos. Como exemplo pode-se citar o Museu Guggenheim Bilbao (Espanha), projetado pelo arquiteto Frank Gehry, inaugurado em 1997, edifício marco da contemporaneidade sobre as novas relações estabelecidas entre arte e arquitetura. Seu desenho arrojado inflamou os debates sobre espaços arquitetônicos para as artes visuais, com detratores ou entusiastas da proposta, reacendendo e atualizando antigos debates travados desde inaugurações de museus como o Louvre, em Paris, ou o Altes Museum, em Berlim. Uma parte importante da discussão sobre o Guggenheim Bilbao concentrou-se na espetacularização da arte e, mais especificamente, sobre a ascendência da sua arquitetura, formalmente ostentosa, sobre a produção artística exibida. Também é discutida a relação de pouca neutralidade entre espaços internos do museu e as obras dos artistas, como é o caso da obra The matter of time, do artista Richard Serra, produzida especialmente para a galeria mais ampla, como uma proposta site specific. Com base no levantamento proposto deve-se proceder à aproximação das discussões sobre arte e espaço derivadas dessas produções. Os registros de discussão sobre o tema e as informações sobre os edifícios, seus projetos e as obras de arte abrigadas nos seus espaços deverão ser buscados em publicações especializadas e na Internet.

No Brasil, sobretudo a partir de 2010, com os investimentos para a Copa do Mundo e as Olimpíadas, alguns espaços para as artes foram abertos, acompanhando as melhorias na infraestrutura urbana e o investimento em novos equipamentos, dos quais fazem parte o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR), ambos no Rio de Janeiro. Mais recentemente, a cidade de São Paulo, particularmente a região da Avenida Paulista, tem sido renovada com as inaugurações de centros culturais e espaços de exposição, a exemplo da Japan House, do Instituto Moreira Salles e de uma unidade do Sesc. Não poderia deixar de ser citado o complexo artístico de arte contemporânea de Inhotim, em Minas Gerais, concebido nos mesmos moldes de grandes parques fora das grandes cidades, existentes nos Estados Unidos da América (EUA), como o Storm King Art Center, próximo de Nova Iorque.

 

  • Projeto Comunicação Visual: estudo da produção gráfico-visual impressa e digital e sua relação com o ambiente urbano nas cidades de Cachoeira e São Félix.

Resumo: A comunicação visual tem sido objeto de discussões acerca da sua presença cada vez mais intensa nos ambientes urbanos na atualidade. As cidades de Cachoeira e São Félix, sítios urbanos tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional – IPHAN, colocam-se como elementos-chave para estudos concernentes ao tema. Diante deste contexto, a comunicação visual produzida na cidades e sobre as cidades, sejam produções impressas ou digitais que se relacionam com o ambiente urbano, merecem um olhar mais atento. A pesquisa pretende abranger a produção referente a sistemas de identidade visual, sinalização, publicidade e outros elementos gráfico-visuais presentes no ambiente urbano. Também tem como campo de interesse a relação da comunicação visual e a produção digital, particularmente a que se apresenta vinculada à Internet e aos dispositivos móveis como suportes e agentes transformadores no âmbito das cidades de Cachoeira e São Félix. É importante sublinhar que a região do Recôncavo da Bahia é também celeiro de patrimônio imaterial, a exemplo do samba de roda reconhecido pela UNESCO desde 2008, manifestações estas geradoras de referências visuais atreladas, muito do que se pode chamar de design popular. Ao passo que manifestações e práticas culturais autóctones e tradicionais são reconhecidas, a cidade passa por um processo de abertura a outras culturas, com a chegada da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB e o afluxo de novos moradores vindos das mais diversas partes do Brasil e do mundo, o que produz mudanças na sua dinâmica, no campo das produções simbólicas e das relações econômicas e sociais. Esta pesquisa encontra-se claramente inserida nos eixos de reflexão que delimitam o campo de atuação das artes visuais propostos no projeto pedagógico do curso de Artes Visuais da UFRB: Atividade Artística Visual no Campo Simbólico e Atividade Artística Visual Economicamente Orientada. Dentro desta pesquisa, entre os meses de outubro de 2012 e setembro de 2013, a estudante Jamile Nascimento de Araújo  foi contemplada com bolsa PIBIC para desenvolvimento do projeto "Design de Informação e Tecnologias Digitais em Sítios Urbanos Tombados - o caso de Cachoeira e São Félix"e a estudante Yasmin de Freitas Nogueira foi aceita como bolsista voluntária, com o projeto "O Vernacular na Comunicação Visual em Cachoeira e São Félix". Ações realizadas:

 
  • Desenvolvimento da identidade visual e projeto gráfico das peças publicitárias (outdoor, cartaz, banner, crachá, marca-texto) para o Fórum Internacional 20 de Novembro.

 

  • VI Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social do Recôncavo da Bahia (2012). O evento acadêmico tem como objetivo fomentar discussões e reflexões relacionadas às políticas e práticas afirmativas e reunir pesquisadores e ativistas comprometidos com as transformações sociais e com a contribuição do fazer científico para a sociedade.
  • Desenvolvimento do projeto gráfico da Caixa Anjo Negro, material de cunho educativo, a ser distribuído para escolas e bibliotecas, iniciativa do Cineclube Mário Gusmão (CAHL), que contém 4 DVDS com 43 filmes que integram a mostra “Curtas Baianos – um panorama 1953-2010”, encarte para educadores/as, um catálogo com 27 críticas cinematográficas, e extras sobre o ator cachoeirano Mário Gusmão, ícone do teatro e do cinema baianos dos anos 1960 e 1970.

 

  • Desenvolvimento da identidade visual e de material gráfico de divulgação da programação do Cineclube Mário Gusmão do Curso de Cinema da UFRB.
  • Desenvolvimento de software de jogo eletrônico com a temática da azulejaria da Igreja Matriz de Cachoeira, em parceria com o PET Cinema, apresentado para a comunidade de Cachoeira no dia 21 de novembro de 2012 na Igreja Matriz de Cachoeira.

 

  • Desenvolvimento de livreto informativo sobre o Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL

 

  • Desenvolvimento de sistema de sinalização para o Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL

Prof. Fernando Rabello

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • Linklivre - Grupo de Estudos e Práticas Laboratoriais em Plataformas e Softlivres Livres e Multimeios (UFRB)

 

Prof. Jarbas Jacome  

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • Linklivre - Grupo de Estudos e Práticas Laboratoriais em Plataformas e Softlivres Livres e Multimeios (UFRB)

Prof.ª Marilei Fiorelli

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • Linklivre - Grupo de Estudos e Práticas Laboratoriais em Plataformas e Softlivres Livres e Multimeios (UFRB)
  • GEC - Grupo de Estudos em Educacao e Tecnologias (UFBA)

 

Prof.ª Priscila Miraz de Freitas Grecco

  • [Re]imagem - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • Grupo de Pesquisa Cultura Visual: Artistas e Intelectuais (UNESP)

Prof.ª Dr.ª Roseli Amado

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)

 

Prof.ª Dr.ª Valécia Ribeiro

  • [Re]image - Grupo de Pesquisa em Artes Visuais (UFRB)
  • RETINA - Recherches Esthétiques & Théorétiques sur Images Nouvelles & Anciennes Université Paris 8
  • GIPE-CORPO - Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão das Corporalidade - (Inter)Artes Mestiças (UFBA)

Projetos de Pesquisa

  • Laboratório Corpo/Imagem/Convergência: processos poéticos no digital - LabCIC

Resumo: O projeto de pesquisa "Laboratório Corpo, Imagem e Convergência: processos poéticos no digital" combina ações de pesquisa, extensão e ensino, visando a integração da comunidade acadêmica do Centro de Artes Humanidades e Letras (CAHL) com a comunidade local do Recôncavo Baiano, através do estímulo à fundamentação do processo de criação em uma pesquisa artística que se estabelece no diálogo com o público a partir de uma arte relacional, por meio da junção da linguagem da Fotografia, da Videoarte e da Performance nas tecnologias digitais. Em uma articulação entre a teoria e a prática, esta pesquisa pretende entender como as relações entre o corpo e a imagem se reconfiguram no processo de criação artística na mediação tecnológica, possibilitando novas formas de pensar o corpo contemporâneo na interação entre o corpo e a imagem. O objetivo é estabelecer novos diálogos nas interações humanas na construção da imagem de si a partir do corpo-ambiente, do corpo-social e do corpo-autobiográfico. Integrantes do grupo de pesquisa:

 

Edital PIBIC 2014-2015 

Carlos Roberto dos Santos Pereira (FAPESB)

Deisiane Pereira Dias Barbosa (CNPq)

Renan Felipe Peixoto da Silva Bozelli (UFRB)

Edital PIBIT 2014/2015

Kelvin Marinho de Jesus (UFRB)  

Bolsista PROPAAE 2014/2015

Taís Lima Goncalves Amorim da Silva

Edital PIBIC 2015-2016 

Carlos Roberto dos Santos Pereira (CNPq)

Renan Felipe Peixoto da Silva Bozelli (FAPESB)

Taís Lima Goncalves Amorim da Silva  ( PIBIC Voluntário – bolsista PROPAAE)

 

Mais informaçõeshttp://labcic.blogspot.com.br

Assunto(s): pesquisa artes
Fim do conteúdo da página